7 erros que os hotéis ainda cometem em 2020

04 de março de 2020 |
Danilo Carvalho
7 erros que os hotéis ainda cometem em 2020

Iniciar uma estratégia de Marketing utilizando a internet ainda é um desafio para muitos hotéis, pousada e resorts, principalmente os independentes, visto que tudo evolui rápido, e existe muita informação na rede, é difícil saber por onde começar no marketing digital para hotéis.

Nada melhor do que começar pelo, o que não pode ser negligenciado em suas estratégias de marketing digital, prejudicando suas reservas diretas e lucratividade.

 1.Não mensurar resultados por canais de Reservas Diretas.

Nota-se que podemos inserir o Booking, Decolar ou o Hotel Urbano dentro da Categoria OTAs, há também a categoria, Reservas Diretas com os canais: Google, Anúncios no Google, Anúncios no Facebook, Email Marketing, Instagram e outros, esses canais produzem resultados de maneira que geram tráfego qualificado para seu site e muitas reservas diretas. Vale ressaltar que a maioria do mercado hoteleiro, mensura somente o montante geral da sua receita, exemplo: “62 transações, R$ 50.000 de faturamento / mês.” No entanto, você hoteleiro, necessita saber qual o faturamento o Google, o Email Marketing, ou seus anúncios do Google produziram.

Se você não possui esses dados, você está dando um tiro no escuro, gastando dinheiro e tempo com estratégias que não consegue afirmar o resultado, esse relatório de canais é possível ser realizado com a integração entre o motor de reservas e o Google Analytics.

2. Não investir em anúncio do Google.

No marketing digital não é necessário inventar moda, ou seja, existem muitos casos e empresas que já produzem resultados com ações de marketing digital, desta forma, o que precisamos é analisar esses resultados e adaptar ao nosso mercado hoteleiro. Mas não necessitamos olhar para tão longe do nosso mercado, as OTAs são um exemplo de resultados com Marketing Digital, e se existe algo que as OTAs adoram são anúncios no Google, notamos que a Booking investe certa de 1 bilhão de dólares por trimestre com anúncios no Google, (https://www.cnbc.com/2018/11/05/travel-giant-booking-spent-1-billion-on-google-ads-in-the-quarter.html).

Junto com a Expedia em 2018 foram 10,5 bilhões em anúncios. (https://hoteliernews.com.br/noticias/vai-encarar-booking-com-e-expedia-gastaram-us-10-6-bi-com-marketing-em-2018-82617).

Faz algum sentido para você uma OTA investir em anúncios para vender seu hotel, conquistar reservas e cobrar uma alta comissão, sendo que, você pode utilizar essa mesma ferramenta e gerar reservas diretas, maximizando sua lucratividade?

3. Não trabalhar anúncios de Remarketing.

Como falamos no item 2, as OTAs investem bilhões de dólares em anúncios, a Booking.com já virou um Google para Hotéis aqui no Brasil, é quase impossível pensar em reservar um hotel sem ser impactado por ela. Um dos benefícios desse grande investimento em anúncios pelas OTAs é que isso pode ajudar suas reservas diretas.

Para entender como os anúncios das OTAs podem ajudar seu hotel com reservas diretas, demonstramos as etapas que o usuário percorre para chegar até o site oficial do seu hotel:

O usuário Inicia uma pesquisa no Google digitando a palavra-chave “hotel no destino x”

Ele é impactado por anúncios das OTAs do Google Ads.

Clica no anúncio e tem acesso ao site da OTA.

Análise todas as opções de hotéis daquele destino listado pelo OTA.

Tem interesse no seu hotel e procura por mais informações.

O usuário pesquisa pelo nome do seu hotel no Google, acessando o site oficial.

Temos então um visitante qualificado no site oficial do hotel.

Mas lembrando, que no site das OTAs, ele tem uma lista de outros hotéis, os quais possivelmente ele irá fazer o mesmo processo, visitar o site oficial. Ninguém reserva um hotel por impulso, principalmente se for um hotel de lazer onde a decisão impacta a outras pessoas, principalmente a família, de maneira que usuário tende a sair do site, e pesquisar outras opções oferecidas pelo site da OTA. Agora entra o remarketing!

Remarketing são anúncios para usuários, os quais, já tiveram uma interação em seu site, como se você entrasse na loja, deixasse o contato, e o vendedor te ligasse em seguida várias vezes para fechar a vendas, de forma que, os anúncios de remarketing irão fortalecer sua marca nesse período em que o usuário está indeciso, sendo o momento perfeito para destacar seus diferenciais entre os concorrentes através de anúncios com fotos e textos persuasivos.

4. Não capturar leads qualificados.

A Hotelaria, possui um grande diferencial quando se fala de marketing digital: somos um e-commerce de serviços, percebe-se que a maioria do conteúdo que você encontra na internet sobre marketing digital para empresas vai abordar sobre e-commerce de produtos ou prestação de serviços através de captação de leads (contato com endereço de mail) enviando para os vendedores darem continuidade nas ações de vendas.

Na hotelaria, raramente temos um time de vendas ativo, o qual vai atrás do cliente, sendo assim, capturar dados de possíveis hóspedes, infelizmente é raro dentro da estratégia de marketing digital para hotéis e pousadas, porém, pode gerar grandes resultados quando aliada às estratégias de automação de marketing.

O objetivo do seu site é gerar conversão, mas nem todos que acessam seu site conclui uma reserva, desta forma, chamamos de micro-conversões ações que podem encadear uma reserva direta, como a captura de lead (endereço de email), possibilitando o hotel, pousada ou resort continuar a comunicação com esse possível cliente através do email marketing, quebrando grandes objeções e reforçando seus diferenciais perante seus concorrentes.

5. Não trabalhar com automação de Marketing.

Como o próprio nome diz, automação de marketing tem como objetivo automatizar as ações, principalmente com o email marketing, nota-se que hoje existem algumas ferramentas como Mautic, RD Station e Hubspot, onde construímos sequências de emails para cada estágio do usuário dentro da sua estratégia de marketing digital, conforme abordamos no item 4, sem a captura do lead, essa sequência de emails não acontece, é necessário oferecer algo de valor para o visitantes do seu site em troca do endereço de email, de moda que, esse endereço de email irá ativar a automação de marketing com objetivo de persuadir de forma positiva o usuário, trabalhando a mensagem da qual seu hotel é a melhor opção de hospedagem, de maneira que, nessa sequência de emails podemos destacar seus pontos positivos, diferenciais e exclusividades, além de depoimentos positivos e descontos através de cupons promocionais.

6. Não possuir um blog em seu site.

É através do blog que estratégias de marketing de conteúdo acontecem, muitos hotéis se limitam a compartilhar conteúdo somente nas redes sociais, que também é um ótimo canal, contudo, tem pouco poder de venda, raramente as reservas surgem através do seu perfil do Instagram ou Facebook, visto que, os usuários chegam até o seu site, conhecem o hotel e depois vão para as redes sociais.

O blog pode funcionar nessa forma também, mas se ajustado com o serviço de SEO para hotéis, seus artigos podem gerar muitas visitas através do Google, sendo assim, caso seu hotel é localizado em um destino turístico, seu blog precisa ter vários artigos falando sobre os principais pontos turísticos, atraindo o público, o qual pesquisa sobre esses locais e oferecendo assim seu hotel como meio de hospedagem, no entanto, se seu hotel é corporativo, uma dica é explorar, conteúdos referentes aos principais eventos de negócios na região.

7. Não ter uma estratégia clara para reserva direta.

Quando digo estratégias, penso nos usuários que visitam seu site, de forma que em poucos segundo de navegação, na primeira página do site, o que eles conseguem identificar, que é mais vantajoso reservar direto no site oficial do hotel, ou com a OTA? Lembre-se novamente da jornada do cliente que detalhamos no item 3, você recebe muito tráfego qualificado, já consciente do seu produto, e de uma certa forma já despertou o interesse do público, caso contrário não visitaram seu site.

Seja estratégico na oferta, de preferência visível as visitas no seu site, não tenha medo de ser agressivo e oferecer um bom desconto para reserva direta logo de cara, por exemplo, gostamos muito de utilizar cupom de desconto em pop-up de entrada, aliado com as estratégias de captação de lead e automação de marketing, você conquistará muitas reservas diretas.

Esses são alguns dos muitos erros que hotéis, pousada e resorts cometem em suas estratégias de marketing digital, resultando em muitas vendas perdidas para OTAs e concorrentes diretos.

Alinhe todos esses itens com sua agência de marketing digital, pelo fato de não serem especialistas em hotelaria, provavelmente cometem esses mesmo erros.

A Reprotel é uma agência de Marketing Digital atuando exclusivamente no mercado de hotelarias, desta forma caso precise aumentar suas reservas diretas e impulsionar sua lucratividade através de ações de marketing digital para hotéis, podemos ajudá-lo.

Receba Conteúdo Exclusivo

Cadastre seu email e saiba como aumentar suas reservas com marketing digital para hotéis.

Nós sabemos como gerar mais reservas com menos comissões

Utilize as estratégias das OTAs para aquisição de reservas ou pague mais comissões exorbitantes a cada dia.

Consultoria Gratuita de Marketing Digital Hoteleiro

Comece já a traçar suas ações para 2020 de maneira prática e assertiva!

Consultoria Gratuita de Marketing Digital Hoteleiro

Comece já a traçar suas ações para 2020 de maneira prática e assertiva!

Nós sabemos como gerar mais reservas diretas! Vamos conversar?

Baixe o seu Ebook-Grátis

Signup today and get 20% Off!