Utilizando um Funil de Vendas na Hotelaria

13 de agosto de 2020
Funil de Vendas Hotelaria

Vender, mais do que um verbo, é um processo. Concorda?

Esse processo pode ser muito mais eficiente com a ajuda de um funil de vendas: um método de vendas online para guiar o cliente até a sonhada reserva direta através do marketing digital para hotelaria.

O modelo de um funil de vendas é simples, temos o topo, meio e fundo.

TOPO DO FUNIL: VISITANTE


É a etapa de
atração de visitantes para o site do hotel. 

Para o viajante, é o momento de descoberta: ele está planejando a viagem, pesquisando hospedagens e comparando preços. Ou mesmo matando a curiosidade.

Você pode gerar tráfego (visitas para o site) de várias fontes:

Orgânica: quando o usuário pesquisa uma palavra-chave no Google e clica no seu link sem ser um anúncio. 

Dica: É importante configurar corretamente seu Google Meu Negócio para não perder tráfego orgânico de empresas que estão anunciando em cima da sua palavra-chave ou que estão no topo dos resultados.

Social: acessaram o seu site via perfis nas redes sociais.

Pago: tráfego oriundo de anúncios.

Como você vai abordar o viajante nesta etapa?

Oferecendo algo ao visitante em troca do seu contato

Um site de hotel bom e que converte tem várias chamadas de ação. Isso não significa adicionar 10 botões de RESERVE AGORA em uma só página, mas incentivar ao menos 1 ação do usuário.

Por exemplo, se inscrever em uma newsletter para receber dicas de viagem, baixar um roteiro turístico em formato de e-book ou um formulários para ganhar um cupom de desconto de tempo limitado. 

É essencial que você o identifique para seguir na próxima etapa. Portanto, você vai criar formulários e assim que tiver em mãos o nome e e-mail do visitante, este se tornará um lead.

Dica: Peça o telefone ou celular do lead apenas se necessário, ou você corre o risco de afugentá-lo por ainda não estar interessado em uma abordagem comercial. Se para a sua estratégia o número de contato é tão importante, tente criar alguma oferta exclusiva para o WhatsApp. Por exemplo, “se cadastre para receber cupons de desconto exclusivos pelo whats!”.

MEIO DO FUNIL: LEAD


É hora de se relacionar com o lead, mais conhecido como
nutrição. O objetivo é qualificar e amadurecer o lead para uma abordagem de vendas.

Porém, você não quer perder o timing. Pode ser que esse lead estava apenas pesquisando hospedagens ou não gostou do preço.

Por isso que, na hora de gerar o lead, você precisa separá-lo em listas de interesse.

Leads que acessaram o motor de reservas mas não reservaram.

Leads que se inscreveram na newsletter.

Leads que baixaram um e-book.

E por aí vai… Cada um precisa ser nutrido com conteúdos relevantes para o seu perfil.

Durante este funil, você pode dar “pontos” para os leads que tomaram certas ações. Por exemplo:

  • Taxa de cliques > 35%: 1 pontos
  • Assistiu um vídeo promocional: 2 pontos
  • Clicou na campanha Dia dos Namorados: 3 pontos

E por aí vai. Quando atingir um certo número de pontos, o contato desse lead pode ser enviado para a equipe de vendas!

FUNDO DO FUNIL: CLIENTE


E por fim, a venda! Chegamos ao fundo do funil e deste texto.

Agora que você sabe o que é um funil de vendas, bora ligar essa máquina e começar a gerar oportunidades!

Receba Conteúdo Exclusivo

Cadastre seu email e saiba como aumentar suas reservas com marketing digital para hotéis.

🛎
Você precisa de mais reservas diretas?

Construa uma máquina de reservas diretas utilizando a internet. Solicite agora sua consultoria gratuita com os melhores especialistas em Marketing Hoteleiro. Aproveite, é grátis! 

Consultoria Gratuita de Marketing Digital Hoteleiro

Comece já a traçar suas ações para 2020 de maneira prática e assertiva!

Consultoria Gratuita de Marketing Digital Hoteleiro

Comece agora a traçar suas ações de marketing para retomada pós-crise

Consultoria Gratuita de Marketing Digital Hoteleiro

PREENCHA SEUS DADOS:

Baixe o seu Ebook-Grátis

Signup today and get 20% Off!